Tabela Fipe: o que é, como funciona e para que serve?

Você provavelmente já se pegou nessa situação: está querendo comprar ou vender um carro e precisa saber qual o valor dele. A primeira coisa que vêm à cabeça é pesquisar na tabela FIPE o veículo em questão.

 

Até aqui, tudo certo! Nós também a consultamos muito, afinal a Tabela Fipe serve para nortear muitas coisas no mundo automotivo. Mas, você já parou para pensar quem a criou, como ela funciona e para o que serve além de sugerir o preço dos carros?

 

Se a resposta for não, você está no lugar certo. Separamos as principais dúvidas sobre o assunto e deixamos as respostas bem aqui, no blog da 123carros.

 

O que é a Tabela FIPE?

 

A Tabela FIPE é apenas uma referência de preço no mercado de seminovos e usados.

 

Porque dizemos apenas uma referência?

 

Simplesmente porque a maioria dos carros são vendidos por valores diferentes do que a tabela prevê.

 

Quando surgiu?

 

A Tabela FIPE foi criada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas em 1973 para ajudar os cursos de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (USP).

 

Qual o critério utilizado?

 

A Fundação coleta preços de carros, motos e caminhões usados, além de seminovos e novos do mercado nacional. Feito isso, eliminam os dois extremos: preços muito altos ou baixos.  Os valores da faixa mediana são utilizados para que uma nova media seja calculada e assim sugira um valor para um determinado carro.

 

Vale lembrar que a tabela é atualizada mensalmente e a consulta por ela pode ser filtrada por ano, modelo e versão do veículo.

 

Para que ela serve além disso?

 

A FIPE também é referência para calcular tributos como IPVA e seguros. Por exemplo: dependendo do tipo de seguro que você contrata, no caso de perda total de um veículo, a seguradora te reembolsa 100% do valor atual da FIPE do seu automóvel.

 

A FIPE muda de acordo com a localização?

 

Sim! Uma das opções de filtro é a seleção do Estado. Por que isso?

 

Dependendo do veículo, ele pode ser mais valorizado em determinada região. Por exemplo as picapes, que possuem um valor mais alto na região centro-oeste.

 

A FIPE é a única referência?

 

Não. A FIPE pode ser usada como base de cálculo. Apesar disso, é preciso analisar a oferta e demanda por determinado carro, se é um carro raro ou não, se existem opcionais no carro, se ele está batido, arranhado, repintado entre outros pontos.  Por isso que várias vezes nos deparamos com preços tão diferentes da FIPE.

 

 

E, aí? Conseguiu entender o que é a FIPE?

 

Esperamos que sim! E, lembre-se: se quiser saber quanto seu carro vale ou estiver pensando em vendê-lo, agende uma inspeção conosco!

 

Nós garantimos um preço justo por uma venda sem dor de cabeça.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *